FaZe, NIP e ENCE avançam para a Champions Stage em Antuérpia

Esta segunda-feira trouxe o apuramento de mais três equipas para a Champions Stage do PGL Major Antwerp 2022. FaZe, NIP e ENCE venceram os encontros respetivos e atingiram a tão desejada terceira vitória, que dá acesso à fase seguinte da competição.

A FaZe não ganhou para o susto diante da Copenhagen Flames, já que teve de recuperar da desvantagem de um mapa. Depois de ter perdido o Inferno, que escolheu, por 13-16, a equipa de Finn "karrigan" Andersen conseguiu impedir uma recuperação tardia do adversário para vencer Ancient por 16-13, antes de fechar a série com um 16-6 em Nuke.

No que toca à NIP, os suecos não revelaram dificuldades de maior para derrotar os brasileiros da FURIA. A série arrancou em Nuke, mas rapidamente a equipa sul-americana se deve ter arrependido da escolha de mapa. Uma primeira parte praticamente perfeita resultou num 13-2 a favor da NIP, que fechou logo a seguir no T side com três rondas consecutivas para fazer o 16-2. No Inferno, a FURIA deu uma melhor resposta, mas ainda assim insuficiente e foram os nórdicos a fechar o mapa em 16-10.



A ENCE mediu forças com a Heroic pelo apuramento e, à semelhança da FaZe, também teve de recuperar uma desvantagem. A equipa europeia levou os dinamarqueses ao limite em Overpass, mas morreu na praia e perdeu por 14-16. Em Mirage, escolha da equipa de Marco "Snappi" Pfeiffer, a ENCE mostrou o seu poderio e venceu por 16-12 para empurrar a decisão para Nuke, onde dominou por completo e venceu por 16-6.

Para além dos encontros de apuramento, também encontros de eliminação foram jogados esta segunda-feira. A Vitality chegou ao segundo triunfo na prova e continua na luta pelo apuramento, ao mesmo tempo que eliminou a BIG. Depois de ter ganho Mirage por 16-9, a equipa franco-dinamarquesa cedeu no Vertigo por 19-22 e teve de salvar um match point em Nuke, mas acabou a vencer por 19-17 para se manter na competição.

Também de três mapas precisou a G2 para afastar a Outsiders e manter-se na luta pela coroa. A equipa europeia conseguiu vencer Inferno, escolha do adversário, por 16-10, mas a Outsiders respondeu exatamente com o mesmo resultado em Vertigo. A série seguiu para Dust2, onde um T side muito competente da G2 se revelou crucial para uma vitória por 16-11.

A terminar um longo dia, a Imperial defrontou a Cloud9. A equipa de Gabriel "FalleN" Toledo saiu na frente da série com uma vitória épica em Overpass por 25-23. Cloud9 empatou a partida, após vencer Vertigo, mas caiu no mapa decisivo e ficou pelo caminho.





Mais Lidas


Topo